29 setembro, 2008

Marmão

No outro dia estava a falar com uma colega Lisboeta e adverti-a para o facto de por vezes me distrair e usar palavras do "dialecto alpiarçolho".

Pedi-lhe, nesse sentido, que me avisasse quando tal acontecesse, principalmente na frente de estranhos, de forma a que tal facto não me fizesse parecer extra-terrestre e dificultasse o processo de comunicação com os outros terráqueos.

Ela olhou-me séria e disse: "por acaso, à excepção do marmão, não estou a ver mais nenhuma".

"Marmão ?" perguntei. "Mas eu digo bem marmão!".

Foi então que ela me explicou a diferença entre "Marmão" e "Meu Irmão"!

Eu, iluminado, levantei-me e caminhei...

2 comentários:

Branco disse...

Se dizes marmão, também dizes funhá nhá vó, a nhamãe e o mêpai.

Vasco Gaspar disse...

HAHAHA! Tal e qual! :)